Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
O teu toque

 

     Hoje senti o teu toque, não sabendo se esta sensação se repetirá amanhã.

 

     Na verdade nem sequer foi por muito – foi um toque fugaz, instantâneo, fugidio.

     Foi um único e solitário afagar das tuas mãos na base das minhas costas, um aperto leve, um apoio breve, um pedido implícito para eu me desviar um pouco sem me afastar. Não te vi aproximar - estava desprevenida, distraída, ausente - mas cada porção da minha pele se arrepiou no instante em que senti a pressão dos teus dedos. O roçar da tua pele quente na minha, que sempre dizias macia, inebriou-me o ser, toldou-me a mente, provocou-me o corpo. Perdi o controlo dos pensamentos que rolaram sozinhos num descortês emaranhado de devaneios, mas mantive o controlo das acções.

    Quedaste-te assim por um só momento, mas foi o suficiente para me deixar atordoada, febril, sedenta.

     Na verdade nem sequer foi intencional – foi um roçar distraído, não te apercebeste do efeito que tiveste.

     Na verdade nem sequer foste tu – foi outro a tocar-me, mas foi o teu toque que senti, que recordei e que me fez sofrer.

 

     Hoje quis sentir o teu toque, sabendo que este desejo se repetirá em muitos amanhãs.

  

 

         By Sophia

 

 

" Lie awake in bed at night
And think about your life
(...) It's the perfect denial
Such a beautiful lie to believe in "

 

Música: Beautiful Lie - 30 Seconds to Mars

   http://youtube.com/watch?v=_EcX4OtLWVs



publicado por **** às 22:01
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De V.A.D. a 12 de Fevereiro de 2008 às 03:21
Pedaço de puro encantamento
Toque subtil, de carícia feito
O coração bateu forte, no peito
Memórias revividas, num momento

Ilusão de alguém ausente
Sabor de pele na pele
Doçura de açúcar e mel
Passado feito presente…

Desejo-te uma noite cheia de encantamentos...

Um beijo... :-)


De Sophia (do Flip Side) a 13 de Fevereiro de 2008 às 01:29
"O coração bateu forte, no peito / Memórias revividas, num momento" - Realmente boas memórias, demasiado boas memórias, invadiram-me a mente e, por instantes, tive medo que algo se tivesse notado, que algum dos meus gestos traísse o meus pensamentos, que alguma das reacções fisiológicas puzesse a nu tudo aqui.
Como digo foi fugaz o suficiente para ninguém, que não eu, notar, contudo isso tornou depois o momento mais amargo.

A "Ilusão de alguém ausente" pode ter a "doçura de açúcar e mel", contudo a consequente desilusão sabe a fel. Contudo vale a pena evocar esse passado, nem que seja por esse segundo de doçura que pode faltar ao presente.

Adoro os teus comentários como todos os teus posts... esses sim são "Pedaço de puro encantamento", cujo encanto nunca perde brilho

Beijos


De ______ a 13 de Fevereiro de 2008 às 14:11
Ontem era um dia qualquer até virares o hoje dos meus pensamentos e sei que amanhã, em todos os amanhãs te hei-de lembrar... Ah é assim que leio ot eu texto, bonito muito bonito sentir esse toque que é mais que um simples toque.


Beijos :)


De Sophia (do Flip Side) a 14 de Fevereiro de 2008 às 01:25
"sentir esse toque que é mais do que um simples toque" - deveras foi muito mais que um mero toque, senti-o mais que isso, sem , contudo, perder a dolorosa consciência que mal um toque havia sido.

A memória é algo maravilhoso... um ser humano sem memória perde o seu estatuto de homem, não tem história, sem passado, sem nada. Por vezes ela trai-nos quando menos estamos à espera misturando o hoje e o ontem.
Até que ela me abandone nunca irei esquecer.

Fico verdadeiramente contente por achares o texto bonito. Beijos e uma noite também ela bonita


Comentar post

.mais sobre nós
.Tempus Fugit...
Fugit irreparabile tempus! Sophia
.Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.There's always something left to be said...
Sophia
.posts recentes

. Is it Still "The Beginnin...

. O tango Inacabado - IV

. O tango Inacabado - III

. O tango Inacabado - II

. O tango Inacabado - I

. in 6 words...

. Antiquitera (XIV) - Epílo...

. Antiquitera (XIII)

. Antiquitera (XII)

. Antiquitera (XI)

. Antiquitera (X)

. Antiquitera (IX)

. Antiquitera (VIII)

. Antiquitera (VII)

. Antiquitera (VI)

. Antiquitera (V)

. Antiquitera (IV)

. Antiquitera (III)

. Antiquitera (II)

. Livro Ilegível

.arquivos

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.count
atlanta listings
.pesquisar
 
.Faz-nos Pensar...
Citação: "Love all, trust a few." Autor: William Shakespeare Citação: Judge your success by what you had to give up in order to get it. Autor: H. Jackson Brown, Jr. Citação: Keep your friends close and your enemies closer. Autor: Attributed to Sun Tzu,
.links
.subscrever feeds