Terça-feira, 31 de Julho de 2007
Primeiro Beijo

E tu não vais fraquejar
Ninguém vai saber de nada
Juro não me vou gabar
A minha boca é sagrada
(...)
Quero o meu primeiro beijo
Não quero ficar impune
E dizer-te cara a cara
Muito mais é o que nos une
Que aquilo que nos separa

Perto da uma da madrugada e é esta a música que toca na rádio... Normalmente ficaria agradavelmente surpreendida por estar a adormecer ao som de uma música calma e de algum modo reconfortante, mas não estou numa noite normal portanto fico quase que irritada... Parece estar mais calor em casa que na rua. As cadelas da vizinha de cima não param de ladrar. E o som da ventoinha impede-me de adormecer. Para juntar à festa na rua pára um carro cujo dono de certeza é surdo (é a única explicação lógica para viajar num carro com o volume da música no máximo!!).

 E mais uma vez ouço o refrão da música. O desespero de uma noite de verão insuportável faz-me pensar no meu primeiro beijo... Que mania crónica que algumas pessoas tem de orgulhosamente bramarem ao sete ventos  que nunca se esquece o primeiro beijo! Eu lembro-me do meu muito provavelmente porque não foi assim à tanto tempo quanto se possa imaginar... Mas o mais provável é aos 20 e poucos anos não me recordar dele...

O que é que o primeiro beijo tem a mais que a nossa primeira aula? ou mesmo a primeira saída à noite? ou quiçá o primeiro amigo? Porque raio tanta gente se lembra pormenorizadamente do seu primeiro beijo e não do primeiro amigo do liceu? Verdade seja dita que se calhar nos arrependemos de termos conhecido o nosso primeiro amigo, ao invés da agradável beijo...

 

É nestas noites em que tou anormalmente espevitada e de mau humor que me apetece ouvir outro tipo de música... Mas é também nestes dias que a rádio parece embirrar mais comigo.

 

Meia hora depois, decido-me finalmente por desligar o rádio e a ventoinha e deixar-me dormir ao som da melhor música de todos os tempos... o tic-tac do meu relógio de cabeceira, sem o qual não consigo jamais adormecer.

 

Ana M.

 


sintomo-nos: embirrenta
música: A lo Cubano - Orishas

publicado por **** às 11:20
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De página_dos_sentimentos a 31 de Julho de 2007 às 11:54
O vosso blog é, na minha opinião, interessante. Na verdade, o primeiro beijo é importante e raramente nos esqueçemos dele. Eu tinha oito anos quando dei o meu primeiro beijo, pelo que imagino ter sido precoce. Um beijo é um conjunto de sensações e implica sempre alguma descoberta. Com o primeiro beijo percebemos que a vida tem uma dimensão relacional afectiva e íntima. Jamais me esquecerei do meu primeiro beijo.
Convido-vos a lerem o meu blog e a participarem com comentários aos textos da vossa preferência. Adeus.


De Sophia (do Flip Side) a 7 de Agosto de 2007 às 15:35
Gosto da música... já a ouvia antes do meu primeiro.
Quanto a nunca esquecermos o nosso 1º acho que é um nova experiência que nos acaba por marcar de uma maneira ou de outra... Se calhar marca-nos muito porque previamente já pensamos que não fugiremos a essa"mania crónica"!
Em tudo a 1ª vez que fazemos algo marca, mas acho que em termos de beijos devemos relembrar os melhores e não nos cingir a uma ordem!
Isso também se aplica aos amigos... lembro-me da minha primeira amiga da primária - chamava-se Rita e gostava de desenhar - mas cresci, cada uma foi para seu lado, e agora tenho muito mais carinho por as minhas amigas actuais...
Sei lá se aos vinte me lembro do meu 1º beijo! Mas será muito dificil esquecer-me das minhas adoradas pegas por muitos e muitos anos...


Comentar post

.mais sobre nós
.Tempus Fugit...
Fugit irreparabile tempus! Sophia
.Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.There's always something left to be said...
Sophia
.posts recentes

. Is it Still "The Beginnin...

. O tango Inacabado - IV

. O tango Inacabado - III

. O tango Inacabado - II

. O tango Inacabado - I

. in 6 words...

. Antiquitera (XIV) - Epílo...

. Antiquitera (XIII)

. Antiquitera (XII)

. Antiquitera (XI)

. Antiquitera (X)

. Antiquitera (IX)

. Antiquitera (VIII)

. Antiquitera (VII)

. Antiquitera (VI)

. Antiquitera (V)

. Antiquitera (IV)

. Antiquitera (III)

. Antiquitera (II)

. Livro Ilegível

.arquivos

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.count
atlanta listings
.pesquisar
 
.Faz-nos Pensar...
Citação: "Love all, trust a few." Autor: William Shakespeare Citação: Judge your success by what you had to give up in order to get it. Autor: H. Jackson Brown, Jr. Citação: Keep your friends close and your enemies closer. Autor: Attributed to Sun Tzu,
.links
.subscrever feeds